PROJETO FAEX VAI AO JARDIM ABC

Por Victor de Paula

No último sábado (01), o Projeto de Extensão Como vencer as Superbactérias: prevenção ou automedicação? levou até a comunidade do Jardim ABC na Cidade Ocidental, alguns esclarecimentos sobre os riscos e consequências do uso indiscriminado dos antibióticos.

O projeto visa esclarecer para a população, como surgem as famosas “superbactérias” e que nós podemos evitar que elas se espalhem entre a comunidade, por meio de simples ações, como por exemplo, tomar antibióticos apenas quando estes forem prescritos pelos médicos.

A prática da automedicação é muito comum entre a comunidade e a promoção de ações dessa natureza contribuem para a diminuição da disseminação das superbactérias, afirmou o Prof. Victor de Paula, coordenador do curso de Farmácia e do Projeto de extensão.

Conscientizar, talvez seja a melhor “arma” que temos hoje para combater a falta de conhecimento, afirmou o aluno do 5° semestre de Farmácia, Victor Hugo. O aluno acredita que ações como essa podem fazer a diferença na hora da compra e venda do antibiótico. Como futura farmacêutica, a aluna Debora Hellen do 7° semestre do curso de Farmácia, acrescentou que infelizmente muitas drogarias ainda vendem antibióticos sem receita, apesar de já existirem leis que proíbam tal prática, por isso é tão importante explicar para a população as consequências da automedicação.

Para a aluna Vanessa Arantes, do 5° de Farmácia, ter participado dessa ação foi mais do que a prática do exercício de sua profissão, para ela foi uma grande oportunidade de praticar um pouco dos conceitos da Farmácia Clínica, discutidos nas aulas de Assistência e Atenção Farmacêutica. É essencial não só dispensar o medicamento, como principalmente orientar sobre os efeitos da droga no organismo, além de apresentar ao paciente os riscos e benefícios da droga,antes dele tomar os antibióticos, finalizou a aluna.

As superbactérias, são preocupação também para os profissionais da Enfermagem, visto que elas são responsáveis pela maioria dos casos de infecção hospitalar. As alunas Érica Souza e Vanessa Paiva do 3° semestre de Enfermagem, acreditam que deva ser esclarecido para a população os riscos do uso abusivo de antibióticos, uma vez que quanto mais as pessoas tomarem antibióticos sem necessidade, mais pacientes podem levar bactérias resistentes para dentro dos hospitais, e que uma vez as superbactérias estando no ambiente hospitalar, maior o rico de surgimento de infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), finalizaram as alunas.

Nesse contexto, foi possível demonstrar para a população que não se deve fazer uso de antibióticos sem antes se consultar com um médico e que o ciclo de ação do medicamento deve ser respeitado, ou seja, não é recomendado que haja interrupções ao tratamento com antibióticos, pois tal comportamento ajudará com que as bactérias se adaptem e adquiram mais resistência aos antibióticos, explicou o prof. Victor de Paula.

A ação social foi realizada na Escola Municipal Albino Batista Ferreira, localizada no Jardim ABC. O evento contou com a presença de outros alunos dos cursos de Enfermagem e Farmácia participantes do Programa de extensão Saúde Social – PSS, coordenado pela profa. Priscila Quaresma (coordenadora de Enfermagem) em parceria com a coordenação do curso de Farmácia.

O programa PSS visa levar a promoção da saúde nas escolas, por meio de ações em saúde, como aferição de pressão, dosagem de glicemia e tipagem sanguínea. Logo, os alunos promoveram ações de educação em saúde junto aos alunos do projeto FAEX.

No mês de agosto o projeto FAEX visitará outras escolas parceiras do projeto. Não fique de fora, venha contribuir com a extensão do Centro Universitário UNIDESC, procure o Núcleo de Extensão da Instituição, ou acesse www.unidesc.edu.br/next/ e saiba mais.

NEXT, fomentando a prática acadêmica por meio da extensão.

Álbum de foto completo no link > https://goo.gl/xJuRMi

Comentários

comentários