Professora do Unidesc e alunas têm trabalhos aceitos em importantes Congressos

Por Christiany Borba

A professora Luiza Mariana teve seu artigo “Inserção no Mercado de Trabalho como Instrumento de Ressocialização” aceito no renomado congresso sobre Trabalho, Equidade e Inclusão que acontecerá em outubro, na cidade de Padova na Itália. Além disso, também teve aprovação para a 47ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia e 1º Congresso Brasileiro de História da Psicologia. A professora desenvolve pesquisas com foco na Psicologia do Trabalho e, frequentemente, realiza estudos dentro do contexto Socioeducativo.

O mês de outubro será agitado, pois a professora ainda submeteu para a Sociedade Brasileira de Psicologiao TCC das alunas de Enfermagem recém-formadas, Josylene Souza e Kátia Carvalho, do Unidesc, cujo tema, versa sobre Burnout na Profissão do Enfermeiro. O trabalho foi aceito e será apresentado no final do mês em São Paulo.

Josylene comenta a satisfação de ter seu trabalho aceito “É uma honra ter o trabalho aceito em uma conferência de tamanha importância, pois, tiro como lição que todo esforço e dedicação têm sua honra merecida”. Kátia finaliza dizendo que a gratidão pela aceitação é inimaginável, “Sou grata por ter meu trabalho aceito nessa conferência, percebo que todo o esforço e dedicação ao trabalho foram recompensados”.

A professora Luiza comemora as aprovações e reconhece que isso é consequência do apoio e incentivo do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa – NIP coordenado pela professora Ana Carolina Cintra Faria.

Para Luiza, as aprovações e o apoio do NIP foram responsáveis pelo sucesso dos alunos em relação às pesquisas científicas. “Hoje eu consigo trazer muito do que desenvolvo no meu laboratório na UnB para o Unidesc, meus alunos desenvolvem estudos aqui no mesmo nível dos alunos de graduação de lá. É bacana também porque estamos realizando essas pesquisas dentro do contexto social em que o Unidesc está inserido” diz a professora e, ainda, acrescenta: “Neste semestre, estou orientando três pesquisas empíricas com os alunos de Enfermagem! Graças ao apoio da coordenadora do curso e a vontade dos alunos de irem além, isso é muito importante para o curso e para o centro universitário.”

A pesquisa científica tem se consolidado e o fortalecimento das ações desse pilar do Ensino superior é fruto do engajamento dos docentes, que assim como a Professora Luiza, acreditam no potencial transformador da pesquisa científica.

Comentários

comentários