II SEICO

Thiago Rodrigues

O Simpósio sobre Educação Inclusiva da Região Centro-Oeste – II SEICO ocorreu nos dias 08,09 e 10 de novembro de 2017, no Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste – UNIDESC. E cabe ressaltar que o Simpósio já tem lastro, ou seja, já possui história e sua primeira edição ocorreu em 2016, em Brasília. Foi pensando como um momento específico de reflexão sobre o processo de educação, em seu sentido amplo, ou seja, não apenas de pessoas com necessidades educativas especiais, mas, educação para a cidadania no sentido de incluir pessoas, incluir sujeitos, torná-los cidadãos, sujeitos de direitos.

O I SEICO aconteceu em outubro de  2016, na Faculdade ICESP e, em 2017, no UNIDESC,  escolhido para sediar o II SEICO. Se o I SEICO esteve voltado à discussão das práticas de educação inclusiva e da legislação em vigor, o segundo tematizou a educação inclusiva em sua possibilidade de efetivamente produzir inclusão social.

O evento tem uma importância fundamental para a Região do Entorno porque debateu  o processo de educação inclusiva enquanto um grande desafio, já que é impossível fazer inclusão social sem que a educação seja inclusiva em todos os níveis, desde a pré-escola à educação superior.

O objetivo do II SEICO foi, portanto, mostrar que a inclusão social é tema que transversaliza todas as discussões no seio da sociedade e da Universidade. “Desde o momento da concepção, como, por exemplo, o direito à vida, até à morte que seria a finitude do desenvolvimento humano. Ou seja, em todas as etapas do ciclo da vida todos nós temos o direito de estarmos incluídos em uma determinada sociedade,  o direito ao protagonismo de viver numa certa cultura;  de consumir  bens culturais a ela afeitos,  de termos acesso à informação, à saúde, ao trabalho, à educação, ou seja, de estarmos incluídos e imersos em uma sociedade que nos acolhe. Então, é acerca deste protagonismo que estamos falando ao focalizar a inclusão social: é o direito de  participar, transformar,  ser cidadão, ter voz e vez”, sustenta a coordenadora de pós-graduação, Tânia Maria de Freitas Rossi.

Luis Felipe Perdigão, professor de Direito e coordenador do curso de Pós-Graduação em Direito Público, acrescenta: “Esse evento tem uma chamada multidisciplinar e interdisciplinar muito importante porque os grandes temas que a Universidade precisa pensar hoje são justamente esses. Um deles é o debate sobre inclusão social a partir da educação, através da educação, para além da educação. Acredito que é um tema que recupera a função social da Universidade e envolve, docentes e discentes o que é extremamente pertinente  para Região do Entorno, na qual  vemos intensificados os problemas brasileiros mais recorrentes,  ligados à saúde, educação, segurança, ou seja, acesso aos serviços básicos. Então, acredito que esse Simpósio tem uma função de reflexão de fomento ao ensino, a pesquisa e a extensão que deve ser repetido em toda rede e em todas as instituições, não só de educação, mas também de outros serviços.”

O evento foi aberto para a comunidade em geral e para os alunos do UNIDESC e do ICESP. Os participantes tiveram contato com conhecimentos atuais e novas perspectivas sobre a inclusão social, como explica a aluna Deborah Ellen Cardos Pereira, do 8° semestre do Curso de Farmácia do UNIDESC. “É um evento muito abrangente e interessante, trazendo um tema tão recorrente e importante para nossa sociedade que é a inclusão social. Mas é a inclusão social de todos e não somente de um determinado tipo de pessoa, cultura, raça ou cor. Aprendemos aqui que inclusão social é feita para todos e se as pessoas tiverem esse conhecimento, muitas coisas podem mudar.”

Os alunos do ICESP não ficaram para trás, as alunas Ismália de Jesus Santos e Taiana Wila de Carvalho Alves completaram: “Nós achamos o evento único e muito rico em conhecimento, principalmente, sobre as questões educacionais de inclusão e de políticas públicas.  Os temas voltados à educação infantil  auxiliam a compreender a inclusão no âmbito da  atuação psicopedagógica. Conseguimos, como pós-graduandas,  assimilar bem os novos conteúdos e esperamos, no futuro, aplicarmos  o que aprendemos na prática. Só temos  a agradecer a Instituição por essa iniciativa”, finalizam as alunas.

Os três dias de evento trouxeram muitas atividades e  mesas redondas com as temáticas:

  • O abuso sexual infanto juvenil e os desafios da inclusão social nos diferente espaços de convivência;
  • HumanizaSUS: Inclusão das diferenças no processo de gestão e cuidado na atenção básica e hospitalar;
  • Desenvolvimento da criança e do adolescente e o processo de inclusão social;
  • Inclusão educacional: currículo e diversidade;
  • Educação inclusiva, Ética e Políticas Públicas;

Durante os intervalos foram servidos coffee breaks e houve o lançamento do livro Psicopedagogia: Práticas, vivências e experiências no espaço escola e clínica, da Prof. Ma. Clinaura Maria de Lima.

Palestras, sessões de comunicações orais, trocas de experiências e conhecimento entre professores, alunos e palestrantes e exposição “Tempos modernos: a evolução das empresas”  dinamizaram o Evento.

Confira todas as fotos do evento na página do facebook “UNIDESC centro universitário” ou pelo link: https://www.facebook.com/pg/unidesc/photos/?tab=albums

Comentários

comentários